Header Ads

FFMS e Funesp se reúnem para viabilizar reabertura do estádio Jacques da Luz

Estádio foi a casa do futebol campo-grandense entre 2014 e 2016
(Foto: Divulgação/Globo Esporte)
O alto custo para no aluguel do estádio Morenão, faz com que autoridades da capital busquem um plano b para a realização de partidas em Campo Grande. Nesta segunda-feira (31), às 16h30, os presidentes da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), Francisco Cezário, e da Fundação de Esportes da capital, Rodrigo Terra, se reúnem para discutir a viabilidade de reabertura do estádio Jacques da Luz, no bairro das Moreninhas.

O estádio foi o principal palco do futebol profissional em Campo Grande entre 2014 e 2016, enquanto o Morenão estava interditado pelo Ministério Público. Com a reabertura do maior estádio de Mato Grosso do Sul, no início deste ano, o Jacques da Luz acabou preterido, sem sequer ter os laudos para realização de partidas expedidos, como determina o Estatuto do Torcedor. Nenhuma partida oficial aconteceu no estádio este ano.

A ideia da FFMS é reabrir o estádio das Moreninhas para a disputa do Campeonato Estadual sub-17 e também para a segunda divisão estadual, caso haja algum time da capital na disputa. Por pertencer à Prefeitura de Campo Grande, os clubes não pagam taxa para atuar no estádio, enquanto no Morenão o aluguel é superior a R$ 3 mil, resultando em dívidas em grande parte dos jogos para os times da capital.

No Campeonato Estadual deste ano, 28 partidas foram realizadas no estádio Morenão, destas, apenas nove não deram prejuízo aos clubes, tendo como principal gasto o aluguel com o estádio. Dos quatro clubes da capital que disputaram a primeira divisão, somente Novo e Operário não tiveram renda inferior às despesas na soma dos jogos como mandante.

Para a liberação do estádio Jacques da Luz será necessário a inspeção e aprovação dos laudos do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Vigilância Sanitária e Engenharia, além das adequações ao gramado e demais exigências do Profut e Estatuto do Torcedor.


Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.