Header Ads

Após perder vaga na Copinha, Mauro Marino anuncia saída do Operário

Treinador deixou a classificação à Copinha escapar no último
jogo, contra o Corumbaense (Foto: Nelson Corrales)
O técnico Mauro Marino não seguirá a frente das categorias de base do Operário no restante do ano. Após não conseguir classificar uma equipe pela primeira vez em sete anos para a Copa São Paulo de futebol júnior, o treinador anunciou ainda no domingo (23), após a derrota por 3 a 0 para o Corumbaense pelo estadual sub-19, a saída do clube.

Considerado um dos melhores técnicos de categorias de base do Estado, Marino foi contratado com a missão de conquistar a classificação para o principal torneio de base do país pelo segundo ano seguido, porém deixou a vaga escapar na última rodada, quando uma simples vitória garantiria a classificação ao Galo.

“Informo meu desligamento do O.F.C. [Operário Futebol Clube]. Foram quase três meses de mobilização total da minha parte para dar o meu melhor ao grupo de jogadores e ao clube. Passamos por momentos muito duros e outros tantos de cobrança e estresse do dia a dia da bola, mas também vivemos ótimos dias de parceria e coleguismo em prol do todo”, publicou Marino em seu perfil no Facebook.

O treinador é tricampeão do estadual sub-19, sendo duas pelo Aquidauanense e uma pelo Novo, além de duas vezes vice, com o próprio Aquidauanense e outra com o Comercial, porém não teve uma temporada regular, tendo treinado três equipes no ano. Em janeiro, Marino foi o técnico do Novo na Copa São Paulo, caindo na primeira fase com três derrotas, em fevereiro assumiu o Sete de Dourados, onde conseguiu a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil e garantiu vaga na fase final do estadual, porém deixou o time alegando motivos pessoais. Desde maio estava no Operário, onde comandou apenas o time sub-19.

Apesar de não ter objetivo atingido, o treinador avaliou como positiva a passagem pelo Galo e agradeceu o apoio que teve no clube. “Pude mais uma vez reafirmar minhas convicções do futebol tanto nas questões táticas do jogo como também nas questões do dia a dia e do relacionamento. Estou saindo com certeza melhor do que entrei. Obrigado ao presidente, diretores e também aos funcionários e comissão que sempre tiveram do meu lado. Agradecimento ao grupo de jogadores e torcedores do Operário e também minhas desculpas de não ter podido lhes dar mais. Fiz o meu máximo!”, concluiu o treinador.


Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.