Header Ads

Vice-presidente da FFMS é inocentado de acusação sobre apropriação de recursos da CBF

Miro foi absolvido de acusação feita pelo MPE (Foto: Reprodução)
O vice-presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), Jamiro Oliveira, conhecido por Miro, foi inocentado da acusação sobre ter se apropriado de recursos repassados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ao Misto, em 2009, quando era presidente da equipe três-lagoense. A ação foi proposta, na época, pelo Ministério Público Estadual (MPE), que exigiu o esclarecimento da situação encerrada recentemente.

Um dos representantes de Mato Grosso do Sul na Copa do Brasil daquele ano, o Misto chegou até a segunda fase da competição, passando inicialmente pelo Campinense/PB e sendo eliminado pelo Corinthians. Pela boa campanha, o clube recebeu cotas de participação por cada uma das fases, porém o MPE acusou Miro de se apropriar de R$ 67,5 mil dos repasses feitos pela CBF.

A defesa do dirigente, no entanto, provou judicialmente que o valor foi destinado ao pagamento de dívidas do clube. “O que ele fez foi realizar o pagamento de dívidas do clube, tanto com fornecedores quanto com a própria Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) e o magistrado entendeu que não haviam provas de qualquer apropriação dolosa e o Miro foi absolvido”, disse o advogado Thiago Vinicius Martins, responsável pela defesa do dirigente ao site O Marvado.

Miro foi um dos fundadores do Misto e em várias oportunidades presidiu ou fez parte da diretoria do clube. Em setembro do ano passado, alegando problemas de saúde, o dirigente deixou a presidente do clube e reassumiu o cargo de vice-presidente da FFMS, cargo que ocupa até os dias atuais.


Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.