Header Ads

Sete sai na frente, sofre a virada e se complica na Série D

Jogando em casa, Sete saiu em vantagem, porém sofreu
a virada no segundo tempo (Foto: Noé Faria)
O Sete de Dourados ficou em situação complicada na Série D do Campeonato Brasileiro. Diante dos pouco mais de 500 torcedores que foram ao estádio Douradão na tarde deste domingo (28), o tricolor até conseguiu abrir vantagem no placar no primeiro tempo, porém acabou sofrendo a virada e foi derrotado por 2 a 1, terminando a segunda rodada na lanterna do grupo A11.

O início do jogo até indicou a possibilidade de um resultado positivo para a equipe douradense. Logo aos sete minutos, o meio-campista Marlon deu o cartão de visitas e carimbou a trave da equipe goiana. A pressão seguiu e não demorou muito para que o Sete abrisse o placar. Aos 15 minutos, o atacante Acosta desviou de cabeça e a bola sobrou para Sadan, que disparou livre pelo meio e fez 1 a 0 para os donos da casa.


Sadan abriu o placar para o Sete ainda no primeiro tempo (Foto: Noé Faria)

A vantagem, no entanto, retraiu o Sete, que passou a tentar segurar o placar e deu espaço ao time goiano. No restante do primeiro tempo, o resultado se manteve, porém, na etapa final, com a saída do atacante Acosta, o tricolor perdeu referência na frente e a pressão adversária se intensificou. Aos 18 minutos, o técnico Zé Teodoro, da Aparecidense trocou o meia Murilo pelo atacante Tozin, alteração esta que mudaria o jogo.

Explorando as jogadas diagonais, a Aparecidense conseguiu se colocar no jogo aos 25 minutos, em bola lançada na área que a defesa do Sete cortou, mas o árbitro alegou toque no braço e marcou pênalti. O atacante Tozin foi para cobrança e deixou tudo igual. A igualdade animou a equipe goaiana que seguiu em cima e dez minutos depois virou o jogo, novamente com Tozin, que aproveitou cobra após cobrança de escanteio e mandou para rede.

Nos minutos finais, o técnico Bazílio Amaral colocou o Sete a frente para tentar o empate, porém quem mais ameaçou foi a Aparecidense que chegou outras duas vezes muito próximo de ampliar a vantagem, na primeira mandando pra fora e logo depois tendo o gol evitado por Alan Tobias. Sem que o Sete pudesse garantir ao menos um ponto em casa, deixando o torcedor na bronca.

Com a segunda derrota na competição, o Sete fica na lanterna do grupo sem nenhum ponto conquistado, enquanto União/MT e Ceilândia/DF dividem a liderança com quatro pontos. A Aparecidense chega aos três pontos e se coloca na disputa por uma vaga na segunda fase. Na próxima rodada, o Sete visita a Luziânia, no sábado (3/6), enquanto a Aparecidense recebe o União na segunda-feira (5/6).


Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.