Header Ads

Urso oficializa ação contra Operário e aguarda TJD marcar julgamento

Eliminado pelo Galo do estadual, clube de Mundo Novo alega
irregularidade e quer vaga na semifinal (Foto: Orisvaldo Sales)
O Urso, de Mundo Novo, protocolou na tarde desta terça-feira (11), no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD/MS), o pedido de exclusão do Operário das semifinais do Campeonato Sul-Mato-Grossense por conta da suposta escalação irregular do volante Eduardo Arroz nas duas partidas das quartas de final que eliminaram a equipe do interior do estadual.

Apesar de o jogador ter atuado durante toda a primeira fase sem ter cumprido os dois jogos de suspensão restantes do estadual de 2016, quando ainda atuava pelo Sete de Setembro, o Urso é o maior interessado na punição ao Operário já que mesmo tendo sido derrotado nos dois jogos da segunda fase, por 3 a 0 em Mundo Novo e 4 a 1 em Campo Grande, pode herdar a vaga na semifinal e enfrentar o Corumbaense por um lugar na decisão.

O caso será apreciado pelo TJD/MS que deverá ainda nesta semana marcar a data do julgamento para que não haja atraso quanto as partidas das semifinais, que estão agendadas para o próximo final de semana. O Comercial também prometeu ingressar na Justiça pedindo a paralisação da competição.

Entenda o caso

No estadual de 2016, ainda quando defendia o Sete de Dourados, Eduardo Arroz foi expulso na segunda partida semifinal, em um jogo entre Sete e Operário. A suspensão automática foi cumprida no primeiro jogo da final entre Sete e Comercial e depois voltou a campo na partida decisiva.

O problema é que o julgamento que analisou a expulsão aconteceu apenas no dia 31 de maio e o jogador foi punido com três jogos de suspensão. Como já havia cumprido um, sobraram dois para competições posteriores. O Sete não recorreu da decisão.

Como o jogador não esteve contratado por nenhuma equipe do Estado para a Série B, onde poderia cumprir a pena, Arroz deveria ficar fora dos dois primeiros jogos pelo time que defenderia em 2017 no Estadual, no caso o Operário, o que acabou não acontecendo.


Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.