Header Ads

TJD marca data de julgamento que pode rebaixar Naviraiense e salvar Ivinhema

Julgamento decide se resultado obtido no campo será mantido ou se
o Ivinhema conseguirá seguir na Série A (Foto: Arquivo/Ítalo Milhomen)
A decisão entre Ivinhema e Naviraiense já tem data e local marcados para acontecer. Assim como ocorreu no último dia 26 de março, no estádio Virotão, quando o Jacaré venceu o Azulão por 3 a 1 e se salvou do rebaixamento, o confronto voltará a ser realizado no próximo dia 12 de abril, às 19h, desta vez, no Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso do Sul (TJD/MS), que determinará se o Tricolor do Conesul se mantém na primeira divisão, assim como aconteceu em campo, ou se o Ivinhema terá sobrevida na Série A.

O caso veio à tona na última quinta-feira (30/3), quando o Ivinhema entrou com um recurso no TJD/MS alegando que o lateral-direito do rival, Júlio Cesar Ferrari, teria atuado de forma irregular no confronto entre as equipes pela última rodada da primeira fase. Para o Ivinhema, o jogador não havia condições para atuar na partida, já que na data ainda tinha vínculo com o Angra dos Reis/RJ.

Apesar de seu nome já constar no Boletim Informativo Diário (BID) da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) desde a quinta-feira que antecedeu ao confronto (23/3), Julio Cesar só teve seu vínculo com o Naviraiense selado na quarta-feira seguinte (29/3) no BID da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

No entendimento do Naviraiense, nada de errado foi feito em relação à escalação do jogador. De acordo com o diretor de futebol, Soares Filho, o lateral foi a campo regularmente. “Estamos tranquilos. Não temos nada com a interpretação do Ivinhema. Foi feito o contrato, enviado para a Federação, que quando tem o sinal verde coloca no BID. O Júlio na quinta [23/3] já estava liberado e autorizado a jogar pela Federação”, explica.

O Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) prevê em caso de comprovada a irregularidade, a perda dos pontos da partida, com isso, o Naviraiense, que encerrou o estadual com nove pontos, cairia para seis e seria ultrapassado pelo Ivinhema, que acabou rebaixado também com seis pontos. Desta forma, o Azulão se livraria do rebaixamento e o Naviraiense é quem teria o descenso confirmado à segunda divisão.

Os clubes serão notificados oficialmente nesta quarta-feira (5) sobre a data do julgamento. O advogado Bruno Duarte Vigilato será o auditor relator no caso.


Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.