Header Ads

Atacante do Novo critica técnico e anuncia aposentadoria do futebol

Atacante se envolveu em duas confusões neste estadual e não estava
relacionado para o jogo deste final de semana (Foto: Reprodução) 
Um dia antes de uma das partidas mais importantes na história do clube, diretores e comissão técnica do Novo têm um início de turbulência a controlar. O atacante Michel Corrêa, que tem se destacado mais pelo comportamento fora do campo do que dentro das quatro linhas, anunciou na noite desta sexta-feira (7), em uma publicação no Facebook, a aposentadoria dos gramados aos 27 anos, justificando a decisão a um desacordo com um técnico, possivelmente Bazílio Amaral, atual técnico do clube.

Na postagem, o jogador não dá detalhes sobre os motivos que o levaram a anunciar o fim repentino da carreira, não poupando, porém, xingamentos ao treinador, sem citar o nome. “Cansei de treinador f** me sacaneando. Hoje decidi me aposentar do futebol. Vida que segue”, disse Michel, que completa em um comentário: “Ele é um falso, traíra e ainda tem os amiguinhos dele que leva e trás... Não respeitou a história que eu tenho dentro do Estado”, concluiu o agora ex-atacante.

Natural de Campo Grande, o jogador foi formado nas categorias de base do Atlético Paranaense e passou por clubes como J. Malucelli/PR, Horizonte/CE e Sousa/PB antes de retornar ao Mato Grosso do Sul para defender justamente o Novo, em 2014. Nas temporadas seguintes passou ainda por Serc, Comercial, Costa Rica e União/ABC, antes de retornar ao alviverde no início do ano.

Em sua segunda passagem no clube, fez apenas um gol e se envolveu em duas confusões. Em fevereiro, arrumou briga com o então zagueiro da Serc, Fabão, em um restaurante da capital. Na tentativa de separar os jogadores, o zagueiro do Novo, Diogo Rincón, fraturou o nariz. Após advertência da diretoria, o atacante voltou a atuar normalmente, até a última rodada da primeira fase, diante do União/ABC, quando agrediu o árbitro Rafael Pietrafesa com um soco, após a marcação de um pênalti para a equipe adversário.

Em contato com o Arquibancada MS, o técnico Bazílio Amaral se mostrou surpreso com a situação e disse que o jogador estava treinando normalmente, sem nenhum problemas de relacionamento entre eles. Já o diretor de Futebol do Novo, Sandro Muzzi, preferiu não comentar a situação, alegando estar focado apenas no jogo deste domingo (9), diante do Águia Negra pelas quartas de final. O dirigente disse apenas que o jogador está afastado do grupo devido ao caso de agressão contra Pietrafesa e que na segunda-feira (10) o clube irá falar sobre o caso.

Sem Michel, o Novo viaja na tarde desta sábado (8) para Dourados, onde fica até horas antes do confronto contra o Águia Negra, em Rio Brilhante. Com a vitória por 2 a 0 no primeiro jogo, o time da capital precisa de apenas um empate ou pode até perder por um gol de diferença para chegar às semifinais.


Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.