Header Ads

Comercial vence Operário e confirma classificação as quartas de final do estadual



Vitória colorada dá fim a uma sequência invicta do Galo no
estadual de mais de um mês (Foto: Nelson Corrales)
Parece batido, mas quando se diz que clássico não tem favorito, é importante não duvidar. Mais uma mostra da precisão desta frase foi dada na noite desta quarta-feira (22), no estádio Morenão, em que o Comercial, então quarto colocado e com risco de rebaixamento, bateu o líder Operário por 1 a 0 e garantiu matematicamente uma vaga nas quartas de final do Campeonato Sul-Mato-Grossense.

É verdade que para conseguir sair com o resultado positivo o Colorado teve de suportar mais de 75 minutos de pressão. Após ver o Operário começar melhor e quase abrir o placar em um chute cruzado de Wilson que Rodrigo Ost desviou e quase fez contra e depois em uma finalização de Igor Villela, de fora da área, que passou ao lado, o Comercial mostrou logo em sua primeira chegada a efetividade não apresentada pelo rival e abriu o placar com Jorge Henrique, que recebeu sem marcação na entrada da área e deslocou o goleiro França.

Após o gol, o Comercial até teve uma nova oportunidade novamente com Jorge Henrique, em cobrança de falta que o goleiro operariano defendeu, no entanto, esta seria a última finalização do alvirrubro no jogo. A partir dali, o Colorado entregou a bola ao Operário e se concentrou na marcação. Com a obrigação de criar, o Galo chegou três vezes ainda no primeiro tempo: na primeira Wilson chutou por cima, logo depois Leandro Diniz recebeu cruzamento e mandou fraco nas mãos de Jefferson e por fim, aos 40 minutos Valber perdeu a melhor chance, após cruzamento rasteiro de Wilson, mandando o chute pra fora.

Operário tentou criar oportunidades de empatar a partida,
mas parou na marcação do Comercial (Foto: Nelson Corrales)
No segundo tempo, a tônica seguiu a mesma. O Comercial fechado atrás, deixou apenas Jorge Henrique e Rodrigo Ost na frente, porém não conseguia encaixar nenhum contra-ataque, já o Operário, mesmo com a posse de bola, passou os 20 primeiros minutos sem sequer chutar no gol.

A pressão foi se intensificar na segunda metade da etapa final. Depois de tentativas de longe com Eduardo Arroz e Agnaldo, o Galo resolveu apostar nas jogadas pela linha de fundo e conseguiu a grande oportunidade com Igor Villela, que, debaixo do gol, não conseguiu escorar pra dentro o cruzamento de Wilson, mandando por cima.

Logo em seguida, em outra jogada semelhante, porém pelo lado esquerdo, Luís Jorge apareceu no fundo e ao invés de cruzar, tentou surpreender o goleiro Jefferson em chute, mas o arqueiro comercialino conseguiu fazer a defesa. Outra boa chance veio em cabeçada do zagueiro Fabinho, após cobrança de falta, mas a bola foi pra fora.

Sem chegar pelo meio, o técnico Celso Rodrigues lançou a campo os atacantes Kauhan, Dieguinho e Higor Cena, buscando dar velocidade às trocas de passe. O técnico Valter Ferreira, por sua vez, fortaleceu a presença no meio campo e tentou apostar nos contra-ataques com Roger.

As mudanças, no entanto, pouco modificaram taticamente os times, já que o Comercial seguiu a mesma linha de marcação, sem consegue contra golpear, enquanto o Operário passou a apostar nas bolas aéreas, mas sem um homem de referência não conseguiu ameaçar a meta alvirrubra, tendo de se conformar com a derrota pelo placar magro, para festa dos mais de três mil torcedores presentes no estádio.

Equipes precisam de empate na última rodada para fechar nas duas
primeiras colocações da chave A (Foto: Nelson Corrales)

Classificação

Antes com possibilidades de rebaixamento, o triunfo sobre o rival leva o Comercial para a segunda colocação com 14 pontos, sendo o único time que ainda pode tirar a liderança do Operário, que se manteve com 17 pontos. Para confirmar as posições os times precisam de apenas um empate na última rodada, tendo assim, a vantagem de decidir em Campo Grande nas quartas de finais.

No próximo domingo (26), pela última rodada da primeira fase, o Operário recebe a Serc no estádio Morenão, na capital, e o Comercial visita o Costa Rica, no estádio Laertão. Ambas as partidas acontecem às 15h.

Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.