Header Ads

Águia Negra fica no empate com Corumbaense em casa, mas mantém liderança no grupo B



Rubro-negro segue em primeiro no grupo B (Foto: Noé Faria)
O principal confronto da sexta rodada do Campeonato Sul-Mato-Grossense terminou sem um vencedor. Líder do grupo B do estadual, o Águia Negra recebeu o Corumbaense, segundo colocado da chave, e as equipes fizeram uma partida movimentada, empatando em 2 a 2 no Ninho da Águia, em Rio Brilhante, que manteve cada qual em sua posição.

Os gols da partida foram divididos entre os dois tempos, cada time marcando um por etapa. No primeiro tempo, o atacante Careca desencantou com a camisa do Carijó e abriu o placar aos 28 minutos, porém nos acréscimos da etapa inicial, Jonathan deixou tudo igual. Já na metade final do jogo, André virou o jogo logo aos cinco minutos, mas aos 25, Jonathan, que já havia marcado a favor, fez contra, decretando o empate.

Com o primeiro empate na história do confronto, o Águia Negra segue na primeira colocação da chave, agora com 13 pontos, quatro a mais que o Corumbaense, que vem na segunda posição, porém, com um jogo a menos, que será disputado na próxima quarta-feira (8), contra o Sete de Setembro, terceiro colocado, no estádio Arthur Marinho, em Corumbá. O time douradense também será o próximo rival do Águia, no sábado (11), em Dourados.

O jogo

Carijó saiu na frente com gol de Careca, mas não conseguiu
levar a vantagem até o fim do primeiro tempo (Foto: Noé Faria)
Mesmo jogando a mais de 500 quilômetros de seu torcedor – que esteve presente em pequeno número em Rio Brilhante –, o Corumbaense encarou de cabeça em pé o Águia Negra, demonstrando um futebol bastante ofensivo nos minutos iniciais. Logo no primeiro ataque, aos dois minutos, o Carijó quase abriu o placar em chute do zagueiro Maicon, que passou muito próximo do gol de Pablo.

Sem conseguir encaixar seu estilo de jogo – modificado devido à ausência do atacante Guilherme –, o Águia só conseguia apresentar perigo em jogadas de bola parada. Foi assim que aos onze minutos, após cobrança de falta, o zagueiro Jonathan, do Águia, dividiu com o goleiro Diego e a bola acabou acertando a trave do Corumbaense. Minutos depois, foi a vez do time do Pantanal devolver a bola na trave, em chute de Careca, que por pouco não abriu o placar.

A superioridade do Carijó, apesar de tímida, era visível, mas sem conseguir marcar em jogadas trabalhadas, foi em um lance pelo alto que veio o primeiro gol do jogo. Aos 28 minutos, Careca conseguiu se livrar da marcação em cobrança de falta e apareceu sozinho para cabecear no chão, conforme o manual, colocando o Corumbaense na frente.

Apesar da chuva, equipes fizeram jogo acirrado em
Rio Brilhante (Foto: Noé Faria)
A vantagem parecia que seria levada para o intervalo. No entanto, já nos acréscimos, o Águia Negra imprimiu uma pressão sobre a defesa alvinegra que conseguiu se segurar nos primeiros ataques, mas no último lance, o zagueiro Jonathan foi pra área em cobrança de escanteio e após a bola ser escorada para o meio, teve o trabalho de apenas concluir às redes, deixando tudo igual.

Assim como terminou a primeira etapa, o Águia voltou ao segundo tempo com tudo, sufocando o Carijó nos dez primeiros minutos. Aos cinco minutos, em ataque pela esquerda, Tity achou André sozinho na área e antes que a marcação chegasse, o atacante colocou no canto direito do goleiro Diego, virando o placar. Três minutos depois, por pouco a vantagem não aumentou, em chute de Tity, de fora da área, que carimbou a trave.

Passado o sufoco dos donos da casa, o Corumbaense começou a se reencontrar, mas não encontrava a mesma facilidade dos minutos iniciais para chegar. O Carijó só voltou a ameaçar após os vinte minutos e foi efetivo, conseguindo igualar o resultado novamente. Novamente em cobrança de falta, a boal foi lançada no meio da área, porém desta vez quem marcou foi o zagueiro Jonathan, do Águia, que testou contra sua meta, fazendo contra.

Após o gol, o ritmo da partida caiu, com os dois times se arriscando menos. Apenas nos minutos finais o Águia tentou chegar, em chutes de média distância, mas na melhor chance, o meia Alex Faria mandou ao lado, após desvio da defesa, mas nada que pudesse modificar o placar no restante do jogo.

Equipes ocupam duas primeiras posições no grupo B do estadual (Foto: Noé Faria)

Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.