Header Ads

Conjunto funciona e Operário goleia União/ABC sem dificuldades no Morenão




Resultado foi praticamente garantido no primeiro tempo,
quando abriu três gols de vantagem (Foto: Divulgação/OFC)
Há seis anos o Operário não entrava em campo numa partida da primeira divisão estadual no Morenão. Desde 2009 o alvinegro não conseguia uma vitória pela Série A no estádio. Mas a noite desta quarta-feira (1º), tratou de quebrar todas as marcas e o Galo retornou ao maior estádio de Mato Grosso do Sul goleando o União/ABC por 4 a 0, pela primeira rodada do Campeonato Sul-Mato-Grossense.

Acima do placar, a primeira menção que deve ser feita é para a facilidade que o alvinegro construiu o placar. Não que o União/ABC tenha feito um mal jogo – o que não é de todo mentira –, mas o entendimento do conjunto da equipe fez com que o placar elástico fosse construído de forma natural e só não foi mais devido as boas intervenções feitas pelo goleiro do time tricolor, Marco Antônio.

Em uma primeira metade de jogo bem disposta, o Operário teve paciência para vencer a boa marcação aplica pelo União nos minutos iniciais, apesar das oportunidades desperdiçadas. Logo aos dois minutos, Rodrigo Grahl teve a primeira chance, de cabeça, sendo defendida pelo goleiro. Dez minutos depois, o experiente atacante tabelou com Wilson, que saiu de frente para o gol, mas novamente o arqueiro interviu.

O gol era questão de tempo e a mostra de que ele estava próximo veio aos 21 minutos, quando Agnaldo fez fila e cruzou para Wilson cabecear forte, porém na trave. No entanto, demorou só mais três minutos para que Eduardo Arroz desse a primeira mostra do seu talento com a camisa alvinegra e deixasse Agnaldo de frente para o gol, só com o trabalho de deslocar o goleiro para abrir o placar.

Mais de mil pessoas compareceram para apoiar o Galo
na estreia no estadual (Foto: Divulgação/OFC)
Com a vantagem, o Galo passou alguns minutos com o ritmo desacelerado, voltando a incomodar em torno dos 35 minutos, primeiro com Grahl, que chutou ao lado e logo depois com Eduardo Arroz, que viu espaço para chutar forte, do lado de fora da rede do gol defendido por Marco Antônio, tirando o grito de gol do torcedor.

Mas se a vontade era comemorar gol, os alvinegros providenciaram. Aos 38 minutos, Wilson avançou pela direita e marcado por dois adversários, conseguiu puxar pro meio e chutar, contanto com a colaboração do goleiro para fazer o segundo. Já nos instantes finais do primeiro tempo, Wilson serviu Rodrigo Grahl, que com um toque mandou entre as pernas do zagueiro Dogão e de frente pro gol deslocou o goleiro para fazer o terceiro – na sequência, o atacante foi punido com cartão amarelo por “comemorar tempo demais”.

Com um placar quase irreversível, o técnico Robert tentou algo novo na linha de meio campo colocando o ex-jogador de futsal, Mazinho, durante o intervalo. Porém, mesmo com a mudança, quem seguiu dominando por o Galo. Nos cinco primeiros minutos, o alvinegro teve duas chances claras: primeiro com Grahl, que sem goleiro, cabeceou por cima, e na sequência com Leandro Diniz, que aproveitou cruzamento de Da Silva, vindo da direita, e emendou de primeira, não marcando graças a um milagre do goleiro Marco Antônio.

O União incomodava em momentos esporádicos, como na cobrança de falta de Sandrinho, aos oito, na finalização de Marcelo, que subiu, e na boa jogada de Luquinhas, que parou na defesa do goleiro França. Aos 31 minutos o Operário tratou de definir o placar, em bom passe de Igor Villela, achou Agnaldo no meio da defesa, em condição legal, e marcou o seu segundo no jogo e quarto do galo. Já nos acréscimos, Rodrigo Grahl quase marcou o quinto, porém, nada que chateasse o torcedor que voltou para casa com esperança de um ano inesquecível.

Próximos jogos

Lanterna do grupo A, devido ao saldo de gols, o União/ABC tem a chance de se recuperar já no próximo sábado (4), às 16h, novamente no estádio Morenão, desta vez diante do Costa Rica. No dia seguinte, o Operário tenta manter o bom desempenho e a liderança contra o Novo, também no Morenão, às 16h.

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO 4 x 0 UNIÃO/ABC

Local: Estádio Morenão, em Campo Grande
Data: quarta-feira, 1º de fevereiro de 2017
Horário: 20h45 (de Mato Grosso do Sul)
Árbitro: Marcos Mateus Pereira
Assistentes: Leandro dos Santos Ruberto e Daiane Caroline Muniz dos Santos
Cartões amarelos: Rodrigo Grahl e Luiz Jorge (Operário); Andrade e Dogão (União/ABC)
Cartões vermelhos: Não houve.
Gols: Operário: Agnaldo, aos 24’ do primeiro tempo e 31’ do segundo tempo; Wilson, aos 38’ do primeiro tempo; e Rodrigo Grahl, aos 44’ do primeiro tempo.

OPERÁRIO: França; Da Silva, Fábio, Bruno e Luiz Jorge (Paulinho); Eduardo Arroz, Agnaldo, Leandro Diniz, Igor; Wilson, Rodrigo Grahl
Técnico: Celso Rodrigues

UNIÃO/ABC: Marco Antonio; Rogério, Dogão, Andrade, Sandrinho; Erick (Mazinho), Marcelo, Teixeira, Rizato; Luquinhas e Everton
Técnico: Robert Silva

Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.