Header Ads

Com classificação, Sete de Setembro iguala feito realizado por apenas cinco times de Mato Grosso do Sul



Time douradense chegou à segunda fase da Copa do Brasil
logo em sua primeira participação (Foto: Noé Faria)
O Sete de Setembro conseguiu na noite da última quarta-feira (8), um dos maiores feitos de sua história ao vencer o River/PI por 1 a 0 e garantir vaga na segunda fase da Copa do Brasil, justamente na primeira participação. Com a sobrevida na competição, o time de Dourados entrou também no seleto grupo de agora seis times que conseguiram ir além da primeira etapa do torneio nacional.

Antes do tricolor douradense, apenas Operário, Comercial, Cene, Misto e Naviraiense conseguiram eliminar o primeiro adversário na Copa do Brasil e seguir adiante. O precursor a realizar tal feito foi o Operário, em 1990, em sua segunda participação o Galo enfrentou o Mixto/MT no primeiro confronto, vencendo a ida por 2 a 0 e garantindo a vaga mesmo com a derrota por 1 a 0 na volta. Na etapa seguinte, o adversário foi o Goiás, que venceu tanto em Campo Grande, quanto em Goiânia e eliminou o alvinegro.

Quatro anos depois, o Comercial foi além. Na melhor campanha, até então, de Mato Grosso do Sul na Copa do Brasil, o Colorado passou na primeira fase pelo Paysandu após dois empates sem gols, vencendo nos pênaltis por 6 a 5. Na segunda etapa, o adversário foi o Kaburé, de Tocantins, e com duas vitórias por 2 a 0, o time sul-mato-grossense chegou às quartas de finais, onde enfrentou o Linhares/ES, que venceu por 1 a 0 em casa e segurou o empate em 1 a 1 em Campo Grande e deixou o alvirrubro pelo caminho.

Em 1996, o Operário jogou novamente a segunda fase, porém já entrou direto nesta etapa do torneio. Uma nova classificação só voltou a ocorrer em 2004, com o Cene, que eliminou a União Barbarense/SP nos pênaltis na primeira fase após vencer a partida de ida por 1 a 0 e ser derrotado na volta pelo mesmo placar. Porém na segunda fase, apesar de vencer novamente por 1 a 0 o primeiro jogo contra o Santa Cruz/PE, na volta, o revés foi maior e o 3 a 0 aplicado pelo rival eliminou o time sul-mato-grossense.

Dois anos mais tarde, o Furacão Amarelo se tornou o único clube se classificar duas vezes à segunda fase. Diante do Treze/PB, o Cene foi soberano e venceu por 2 a 1 no Morenão e 3 a 1 em Campina Grande, garantindo nova passagem de etapa. O adversário seguinte foi o Fluminense e apesar de um jogo bem movimentado, o time campo-grandense acabou derrotado por 5 a 3, sendo eliminado sem o direito do jogo de volta.

Em 2009, também na primeira participação, o Misto, de Três Lagoas, foi o responsável por aprontar novamente contra uma equipe paraibana. Depois de empatar em 1 a 1 com o Campinense/PB como mandante, o Carcará foi até Campina Grande e segurou um novo empate em 1 a 1, superando nos pênaltis por 3 a 2. Na segunda fase, contra o Corinthians, o time não pode atuar em sua casa e no estádio Morenão, viu o time paulista, que seria campeão naquela edição, fazer 2 a 0 e eliminar o confronto já na primeira partida.

Apesar de vencer em campo, Naviraiense acabou eliminado
na Justiça por escalação irregualar (Foto: Tarso Sarraf)
Por fim, a última equipe a passar de fase antes do Sete havia sido o Naviraiense, em 2013. Na primeira fase a vítima do Jacaré foi a Portuguesa, com quem empatou em casa em 0 a 0 e no Canindé em 1 a 1, seguindo adiante graças ao critério de gol fora. O confronto seguinte foi contra o Paysandu, que venceu por 1 a 0 em Naviraí, porém na volta, o time sul-mato-grossense superou o Papão por 2 a 0 em pleno estádio da Curuzu, em Belém/PA. No entanto, por escalar um jogador irregular na partida de volta, o tricolor do Cone Sul perdeu a vaga e a chance de se igualar o Comercial ao avançar duas fases.

Agora quem tem a chance é o Sete de Setembro. O adversário na segunda fase será o Sport/PE, em confronto que acontece na Ilha do Retiro, em Recife, no dia 22 deste mês ou em 1º de março, a ser confirmado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Será a oportunidade do atual campeão estadual subir mais um degrau na história do futebol sul-mato-grossense.

Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.