Header Ads

Operário é derrotado pelo Taubaté e se complica na Copa São Paulo

Alvinegro precisa evitar a derrota contra o Corinthians na
próxima rodada para não ser eliminado (Foto: Globo Esporte)
Foi só o primeiro jogo, mas serviu para as chances de classificação do Operário se reduzirem consideravelmente. No retorno à Copa São Paulo após sete anos, o galo foi derrotado pelo Taubaté por 1 a 0, na tarde desta quarta-feira (4), e agora precisa vencer os próximos dois jogos para conseguir avançar além da primeira fase. O problema é, já na próxima rodada o clube enfrenta o Corinthians, maior campeão da história do torneio, não podendo ser derrotado para chegar à última rodada ainda vivo.

Dono da casa, o Taubaté começou melhor e aproveitando o entrosamento da dupla Thallis e Gabryel Monteiro, marcou logo no primeiro tempo com o meio-campista em belo passe de Thallis. A vitória deixa o clube em situação confortável, precisando apenas de mais um triunfo nas duas últimas partidas para garantir a continuidade na competição.

As equipes voltam a campo já na próxima sexta-feira (6). O Operário enfrenta o alvinegro paulista às 20h, com transmissão para todo o Brasil através dos canais Sportv e Espn, antes, o Taubaté recebe o Pinheiro/MA, às 18h. Todos os jogos da chave acontecem no estádio Joaquim de Moraes Filho, na cidade do Vale do Paraíba.

Garotos do Operário sofreram na primeira etapa e, em desvantagem,
não conseguiram recuperar o resultado (Foto: Raul Rodrigues)
O jogo

Apesar do forte calor, de aproximadamente 33º, o jogo começou morno. Sem exigir muito dos dois goleiros, as equipes faziam uma partida brigada, se destacando Thallis, do Taubaté, e Elorhan, pelo lado do galo, que tentavam por meio de jogadas individuais abrir espaços, mas eram parados na maioria das vezes por faltas. Em uma dessas cobranças surgiu a primeira boa chance, em que o zagueiro Nilo cabeceou por cima do gol.

Aos poucos o Taubaté começou a ter mais a bola e assumir as ações da partida. Apostando nos contra-ataques, o time sul-mato-grossense mal conseguia executar a estratégia, já que errava muitos passes. Melhor no jogo, o Taubaté abriu o placar aos 24 minutos do primeiro tempo, em belo passe de Thallis para Gabryel Monteiro, que, em posição duvidosa, driblou o goleiro Lucas e colocou o Burrão da Central na frente.

Demonstrando sentir o gol sofrido, o Operário passou, nos minutos seguintes, a ser engolido pelo time paulista que aumentou o volume de criação e por pouco não aumentou a vantagem, primeiro em cruzamento de Diego para Leonardo, que de cabeça foi travado na conclusão e depois o inverso em que o meio-campista quem foi travado.

Um dos destaques do Taubaté, o atacante Thallis saiu lesionado aos 38 minutos da primeira etapa. Mesmo sem o jogador, o Burrão seguiu melhor e dois minutos depois acertou a trave em cobrança de falta de Erick que Bruninho desviou e na sequência, Vitinho, de cabeça, mandou rente à trave da meta operariana.

Clube do Vale do Paraíba encaminhou a classificação e
complicou o galo na competição (Foto: Globo Esporte)
Para o segundo tempo, o técnico do galo, Paulinho Rezende, colocou o atacante Kanu, para tentar ganhar vantagem da ligação direta, porém a primeira chance na etapa final foi novamente do Taubaté, com Vitor Alex, que recebeu de Gabryel Monteiro e mandou pra fora.

Depois de várias mudanças nas duas equipes – o Taubaté buscando segurar o placar e o galo colocando mais dois atacantes –, a time sul-mato-grossense cresceu no jogo e passou a oferecer mais perigo ao goleiro Lucas. Aos 17 minutos, Marlon, impedido, recebeu de Elorhan e carimbou a trave e quatro minutos depois, Kanu cabeceou após escanteio, quase empatando.

Na base do “abafa”, o Operário passou a tentar de toda forma o gol da igualdade, para seguir com boas chances na competição, porém, o cansaço impedia qualquer boa jogada. Sentindo o forte calor, as duas equipes diminuíram o ritmo de produção nos minutos finais, caindo também a qualidade da partida, que manteve o placar magro até o fim e a vitória do Taubaté.

FICHA TÉCNICA – TAUBATÉ 1 x 0 OPERÁRIO

Local: Estádio Joaquim de Morais Filho, em Taubaté (SP)
Data: quarta-feira, 4 de janeiro de 2017
Horário: 15h45 (de Mato Grosso do Sul)
Árbitro: Roderson Salvador
Assistentes: William Rogério dos Santos Turola e Leandra Aires Cossette
Cartões amarelos: João Victor, Marcelinho e Wender (Operário); Filipe e Henrique (Taubaté)
Cartões vermelhos: Não houve.
Gols: Taubaté: Gabryel Monteiro, aos 24 minutos do primeiro tempo.

TAUBATÉ: Felipe; Leonardo, Nilo, Henrique, Matheus (Vinícius); Erick, Filipe (Hugo), Gabryel Monteiro, Vitor Alex; Thallis (Anderson), Diego
Técnico: Sandrinho

OPERÁRIO: Lucas; Caio (Paulo Sérgio), Matheus Cuíca, João Vitor; Juninho, Wender, Marlon (Kelvin), Bruninho, Marcelinho (Rogério Júnior); Elorhan, Rodrigo Bê (Kanu)
Técnico: Paulinho Rezende
Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.