Header Ads

Novo abre 2 a 0, mas leva virada e estreia com derrota para o Atlético/MG na Copa São Paulo

Parecia um sonho. Pela primeira disputando a Copa São Paulo de futebol júnior, o Novo chegou a abrir 2 a 0 no Atlético/MG, porém com excelente poder de recuperação, o time mineiro virou o jogo para 3 a 2, mesmo atuando todo o segundo tempo com um jogador a menos e estreou com vitória na Copinha, na noite desta terça-feira (3), no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte.

Os primeiros gols do Novo em competições nacionais foram marcados pelo defensor Guilherme Bolt e João Pedro, ambos antes dos 30 minutos do primeiro tempo, porém Marquinhos, aos 29 e 44 minutos também da etapa inicial tratou de deixar tudo igual e Welinton, aos 10 minutos do segundo tempo garantiu o triunfo ao clube mineiro que atua com um time sub-17, na competição sub-20.

Com os três pontos, o Atlético fica na segunda colocação da chave, atrás do Novorizontivo, que lidera devido ao saldo de gols, já que venceu, no outro jogo da noite, o São Raimundo/RR por 2 a 0. O Novo, sem pontos, fica na terceira posição, à frente apenas do time de Roraima, também pela diferença de gols.

Sem muito tempo para descanso, os quatro times do grupo voltam a campo já na próxima quinta-feira (5), novamente no estádio Jorjão, em Novo Horizonte. Os donos da casa receberem o Novo, às 18h, enquanto Atlético/MG e São Raimundo se enfrentam logo depois.

O jogo

Novo Horizonte recebeu rodada dupla que terminou com as
vitórias de Novorizontino e Atlético/MG (Foto: Globo Esporte)
Desde o apito inicial, o Novo já demonstrava a filosofia dita ao longo das últimas semanas: tradição não entra em campo. Logo nos primeiros minutos o time sul-mato-grossense foi pra cima e foi quem criou a primeira grande chance com João Pedro, que na pequena área, desperdiçou incrível chance aos quatro minutos. O bom início, porém, surtiu efeito três minutos mais tarde, em cobrança de falta pela esquerda, o goleiro mineiro, Tiago Valle, saiu mal e deixou a bola livre para o zagueiro Guilherme Bolt abrir o placar.

Com a desvantagem, o Atlético esboçou uma pressão, criando três boas oportunidades de deixar o resultado igual. Primeiro, aos 11 minutos, Welinton cruzou e o zagueiro Gandon, do Novo, quase marcou contra; dez minutos depois Índio arriscou de fora da área e carimbou a trave do goleiro Jackson; e aos 23 minutos, novamente Índio, desta vez no centro da área, chutou para defesa do arqueiro sul-mato-grossense.

Como quem não faz, toma, o Novo voltou a oferecer perigo apenas aos 26 minutos e foi fatal: João Pedro chutou forte de fora da área e aumentou a vantagem. A resposta do galo mineiro, porém, foi imediata e três minutos depois Índio recebeu de Vinícius, tocou para Marquinhos que chutou no canto e diminuiu.

A busca pelo empate continuou e em dois lances o goleiro Jackson, do Novo, salvou, em chutes de Wenderson e Índio. No entanto, aos 42 minutos, o mesmo Índio caiu na área e o árbitro Gabriel Dourado marcou pênalti, que Marquinhos converteu, deixando seu segundo gol no jogo e o primeiro tempo tudo igual.

O início da etapa final indicou vantagem ao Novo já que logo aos três minutos o zagueiro Ruan, do Atlético, foi expulso após dura entrada. A superioridade numérica, porém, não fez efeito e o time mineiro seguiu melhor, até que aos dez minutos conseguiu o que parecia improvável, virou o jogo com um belo gol de Welinton.

A vantagem pela primeira vez no placar deu a tranquilidade que o Atlético/MG precisava e mesmo com um a menos conseguiu controlar o jogo, fazendo uso de quatro alterações. O Novo tentava chegar, no entanto, sem o mesmo ritmo, errava demais e não conseguia ameaçar, tendo que se contentar com a atuação na primeira etapa e pensando agora apenas nas duas últimas partidas.

FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO/MG 3 x 2 NOVO

Local: Estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP)
Data: terça-feira, 3 de janeiro de 2017
Horário: 20 horas (de Mato Grosso do Sul)
Árbitro: Gabriel Castro Dourado
Assistentes: Haislan Alves de Morais e Rafael Fernandes Carvalho
Cartões amarelos: Teixeira (Novo)
Cartões vermelhos: Ruan (Atlético/MG, aos três minutos do segundo tempo)
Gols: Atlético/MG: Marquinhos, aos 29 e 44 minutos do primeiro tempo; e Welinton, aos 10 minutos do segundo tempo.
Novo: Guilherme Bolt, aos 8 minutos do primeiro tempo; e João Pedro, aos 29 minutos do primeiro.

ATLÉTICO/MG: Thiago Valle; Pedro, João Eduardo, Ruan e Carlos Gabriel (Hélio Júnior); Renan (Cleber), Vinícius, Wenderson e Marquinhos (Alerrandro); Índio e Welinton (Bruno)
Técnico: Ricardo Resende

NOVO: Jackson; Patrick (Butica), Guilherme Bolt, Douglas e Tiago; Dago, Batatinha, Teixeira e João Pedro; Maicon e Kerman
Técnico: Mauro Marino
Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.