Header Ads

Em levantamento, Comercial aparece com a quarta pior média de público do Brasil em 2016

Baixo público deixou o colorado com uma das piores médias
do país em 2016 (Foto: Divulgação/Comercial)
A falta de torcedores nos estádios de Mato Grosso do Sul se traduziu no levantamento divulgado nesta quarta-feira (14) pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Vice-campeão estadual, o Comercial teve a quarta pior média de público do Brasil em 2016, com apenas 43 torcedores por jogo. O ranking leva em conta apenas as quatro principais divisões do Campeonato Brasileiro.

Durante a Série D, o colorado fez três jogos como mandante, sendo dois no estádio Jacques da Luz e um no Douradão, justamente o de menor público, contra o Ceilândia, pela última rodada da primeira fase, recebendo apenas 12 torcedores. Nas duas outras partidas, em Campo Grande, o público foi de 91 pessoas contra o Araguaia e 27 pagantes diante da Aparecidense/GO.

Outro sul-mato-grossense na lista, o Sete de Setembro conseguiu um honroso 73º lugar, com média de 1.164 torcedores na quarta divisão nacional, a frente de clubes como Luverdense e Bragantino, que disputam a Série B do Brasileiro, e Ypiranga/RS, Mogi Mirim, Tombense, Cuiabá e Guaratinguetá, que jogaram a terceira divisão.

O melhor público do time douradense aconteceu na quinta rodada da primeira fase da Série D, contra o Sinop/MT, quando 1.775 torcedores compareceram ao Douradão. Na partida de volta da segunda fase, frente ao Fluminense/BA, o clube voltou a superar a marca dos mil pagantes, chegando a 1.389 presentes. A média do clube só não foi maior devido aos 572 presentes na estreia da competição contra o Luziânia/DF.

Em 2017 os dois clubes serão novamente os representantes do Estado na Série D.

Clubes da Série A lideram

Bem distante da realidade dos times sul-mato-grossenses, as equipes da Série A do Brasileiro puxam a fila entre os maiores públicos do país. O campeão brasileiro, Palmeiras, lidera o ranking com mais de 32 mil torcedores em média por partida, seguido por Corinthians, Internacional, Flamengo e São Paulo, todos com média superior a 20 mil. 

As maiores surpresas são os nordestinos Fortaleza e Bahia, que mesmo na Série C e B, respectivamente, conseguiram manter média de mais de 17 mil torcedores por jogo e ocupam um lugar no top-10 do país, além de liderarem suas divisões. Na Série D, o CSA/AL, com quase 9 mil pessoas por partida foi o clube que mais atraiu torcedores.



Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.