Header Ads

Já aprovada, reforma do Morenão não tem data para iniciar

Vários setores passarão por reforma, porém, ainda não
há previsão de início (Foto: Reprodução)
As reformas para readequação do estádio Morenão não têm previsão para iniciar. Programadas, em um primeiro momento, para começar em 3 de novembro, porém, adiadas por falta de uma aprovação da Reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), as obras devem aguardar até a próxima semana para serem executadas.

De acordo com o diretor executivo da Fundação do Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), Silvio Lobo, a Reitoria da UFMS exigiu, um dia antes do início da obra, o encaminhamento de um termo de alteração, que já teria sido enviado no próprio dia 3/11, porém, em contato nesta quarta-feira com a entidade, o vice-reitor da universidade, João Ricardo Filgueiras Tognini ainda não havia assinado.

Orçada em R$ 150 mil para liberação apenas do setor necessário para comportar o público ao Campeonato Sul-Mato-Grossense do próximo ano, as reformas acontecerão neste primeiro momento apenas no setor coberto do estádio e liberarão cerca de sete mil lugares e por fim no gramado, que necessita de reparos, contando até com cupins em vários pontos.

Reforma inicial está orçada em R$ 150 mil (Foto: Reprodução)
Segundo Lobo, o valor a ser gasto já foi repassado pela TV Morena, conforme o termo de cooperação pelos direitos de imagem do estadual de 2017, assinado no fim de outubro, entre Governo do Estado, Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) e os clubes da primeira divisão, e deverá ser devolvido às equipes no início do próximo ano.

Outro fator que atrasa a obra é a necessidade de um Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI), exigência do Corpo de Bombeiros, que ainda não foi enviado. Os serviços de adequação para a liberação do setor se referem à elevação dos guarda corpos, tanto nas escadas quanto nos correspondentes entre as cadeiras e arquibancada e reparação das luminárias e saídas de emergência.

A obra estava prevista para encerrar até 3 de dezembro, porém, com o atraso no início, deve ser prorrogada a entrega para até o início de 2017. Caso não esteja pronto até o início da Série A do estadual, as equipes da capital terão de jogar no estádio Jacques da Luz, que tem os laudos aprovados e regularizados na Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS).
Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.