Header Ads

Em rede social, presidente do Maracaju confirma desistência da segunda divisão estadual

Equipe não poderá disputar competições até 2019 e deixa
Série B com apenas três times (Foto: Reprodução)
“O último que sobrar, apague a luz”, provavelmente você já ouviu essa expressão popular e ela compreende bem a situação da Série B do Campeonato Sul-Mato-Grossense deste ano. Após Cene e Ubiratan desistirem de buscar o retorno à elite estadual, o Coxim e o Maracaju confirmaram nesta sexta-feira (18) a desistência da competição, que agora contará com apenas três equipes.

O último a confirmar foi o Maracaju, que aguardaria até a próxima segunda-feira (21), porém, após negativa de recursos para custear as inscrições dos atletas junto a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) e Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o presidente do clube, Erlei Pires Dias, anunciou através do Facebook a renúncia à competição.

“Eu estava quieto no meu serviço e foram pedir para mim montar um grupo de profissionais de Educação Física para tocar o MAC. Feito isso, me pediram para assumir a presidência e se eu conseguisse montar uma equipe somente com atletas de Maracaju eu teria o apoio da classe politica. Fiz tudo como foi pedido, quando chegou quarta-feira [16/11], para efetivação dos contratos na FFMS e CBF, os mesmos que antes acenaram com apoio, disseram que não iriam me ajudar financeiramente com nada e que seria melhor eu retirar a equipe da competição. Então, decepcionado, triste, frustrado, estou retirando a equipe do MAC da competição”, disse o dirigente na publicação.

Este provavelmente deverá ser o último ato de Erlei Dias a frente do papagaio. Assim como havia revelado no início do dia, o atual mandatário revelou ao Arquibancada MS que deverá pedir renúncia do cargo já no início da próxima semana junto a um grupo de diretores.

Efeitos

Além da incerteza quanto ao futuro comando do clube, o Maracaju terá que aguardar ao menos dois anos para recomeçar a se planejar novamente para o futebol profissional. Conforme o regulamento, todos os clubes que desistirem após a divulgação da tabela oficial terão de cumprir suspensão de dois anos de competições oficiais. Assim, além do papagaio, Coxim e Ubiratan devem ser punidos pela FFMS.

Outra consequência com a desistência é o buraco que a equipe deixa na segunda divisão estadual, que agora contará apenas com três equipes. O Urso, único time restante do grupo A já está classificado à semifinal, onde enfrentará o perdedor do confronto entre Moreninhas e União/ABC, pelo grupo B, que garantirá ao vencedor além da vaga direta na decisão, o acesso à elite estadual com apenas dois jogos disputados.

A FFMS deverá, na próxima segunda-feira, emitir um comunicado detalhando os próximos passos que serão tomados na competição.
Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.