Header Ads

TJD/MS julga atletas e técnicos expulsos durante estadual sub-19 nesta quinta

Novo e Galo terão atletas julgados (Foto: Anderson Ramos)
A Campeonato Sul-Matogrossense sub-19 já se encerrou, porém o Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso do Sul (TJD/MS) promete mais um episódio para a noite da próxima quinta-feira (6). Acontece a partir das 18h, na sede da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) o julgamento das expulsões durante a competição.

Equipe campeã, o Novoperário terá apenas um jogador julgado, podendo este pegar até doze jogos de punição, já o arquirrival Operário, que também se garantiu na Copa São Paulo de Futebol Junior de 2017, terá dois atletas, além de três membros da comissão técnica com casos analisados. As suspensões, caso ocorram, são válidas para jogos de todas as competições organizadas pela FFMS.

Os casos

Ao todo, serão quatro processos julgados. O primeiro caso a ser analisado será a expulsão de Gabriel Texeira Pacheco e Matheus Souza dos Santos, ambos do União/ABC, expulsos na derrota para o Operário por 3 a 0. Gabriel pode pegar gancho de uma a três partidas, enquanto Matheus corre o risco de ser suspenso entre quatro e doze jogos.

Outro caso a ser avaliado será a expulsão dos jogadores Maicon Lucas Batista Cordona, do Novo, e Fábio Henrique Morais Miguel, do Operário, no primeiro clássico vencido pelo galo tricolor, em 13 de setembro. Os jogadores podem ser impedidos de jogar de quatro a doze partidas. Também expulso no jogo, o técnico Paulinho Rezende pode pegar gancho de um a doze jogos.

Além de Rezende, o técnico substituto, Bruno Felipe da Costa, e o auxiliar, Valter Pereira dos Santos, também podem ser punidos por advertência no segundo jogo contra o União/ABC. Este corre o risco de ter a mesma punição de Paulinho, enquanto o treinador suplente poderá ficar entre uma e quatro partidas fora. Leonardo Dutra Gouveia, do União, também pode ser suspenso por até 12 jogos.

Por fim, o operariano Matheus dos Santos, expulso após a derrota na partida decisiva do torneio para o Novo, por 1 a 0, por ofender a arbitragem e a FFMS pode ser punido de quatro a doze partidas. 
Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.