Header Ads

Novoperário é acusado de dívida por apresentar endereço falso para cobrança

Por Juliana Brum,
do Capital News

Contrato foi assinado por Américo Ferreira em 2013
(Foto: Divulgação/Novoperário
Um dos quatro clubes que, segundo a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), está enquadrado na nova legislação e apto a disputar o Campeonato Estadual 2017, o Novoperário está sendo acusado pelo empresário Daniel Medeiros de não quitar dívidas referentes a parceria entre o clube e a empresa que dirige.

De acordo com ele, as cobranças não podem ser feitas porque o clube não forneceu o endereço correto nos documentos e registros que possui.

Segundo Medeiros, sócio-diretor da Soccer Union Assessoria Esportiva Ltda, em fevereiro de 2013 firmou uma parceria com o presidente do Novo, Américo Ferreira, mas o acordo foi desfeito a pedido do clube no dia 13 de dezembro do mesmo ano, quando assinaram o distrato da parceria. Neste, o valor investido pela Soccer seria devolvido em alguns meses.
O valor, não revelado, foi dividido em notas promissórias com vencimentos entre fevereiro e agosto de 2014 e assinadas por Américo Ferreira, mas nenhuma foi paga. "Procurei por diversas vezes a diretoria, mas nenhum deles se prontificou a pagar", receberam Patrocínio de uma construtora, prometeram pagar e ate hoje não recebi nenhum centavo, disse Medeiros ao Capital News.

Sem receber, a Soccer Union entrou com um processo contra o clube e, para surpresa dos empresários, o endereço dado como oficial do Novoperário não existe nada da agremiação, seria “fantasma”. “Nosso jurídico descobriu que no local indicado no CNPJ da empresa não existe nada do Novoperario.

Nas tentativas de cobranças da Justiça as correspondências sempre voltavam”. Nem o CT do Novoperario, na saída de Sidrôlandia, segundo Daniel, estaria em nome do clube. “Como cobrar se não são localizados?”, questiona o empresário.

A informação de que o Novo não teria pendências e estaria apto a disputar competições oficiais pegou de surpresa os representantes da Soccer Union. "O mais estranho é um clube participar de campeonatos sem nem possuir endereço oficial. Acho que a Federação de futebol deveria ficar atenta a esses dirigentes que tentam enganar as instituições, por isso estranhei quando anunciaram que eles possuem todas as certidões”, finaliza Daniel Medeiros.

Loja de Assessórios

A reportagem do Capital News foi até endereço dado como do Novoperario e constatou que no local funciona na verdade uma loja de assessórios automotivos.

"Estou aqui há mais de quatro anos e nunca teve nenhum clube aqui neste endereço" diz Kellen Riquelme, que aluga o prédio. Segundo ela, é constante a chegada de cobradores em busca de pessoas ligadas ao Novo. "Durante esse tempo realmente veio muita gente fazer cobranças e procurando alguém desse clube, digo sempre a mesma coisa, aqui não tem nenhum Novoperario", finaliza a empresaria.

Federação

Já a FFMS se esquiva e diz que os dados referentes a cada clube, inclusive endereços oficiais, é de responsabilidade exclusiva de cada dirigente. "Não é da nossa competência essa fiscalização. Estar em dia com sua documentação e principalmente com seu endereço e obrigação exclusiva do gestor de cada clube", explica o presidente, Francisco Cezário.

Novo

O presidente do Novoperário, Américo Ferreira, foi procurado, mas seu telefone estava desligado e não retornou as ligações até o fechamento da matéria.

Profut

A Lei 13.155, denominada ProFut, associada ao Estatuto do Torcedor, obriga os clubes a estarem em dia com dívidas fiscais e trabalhistas para poderem disputar competições oficiais. De acordo com a Federação, apresentaram as certidões negativas da Receita, FGTS e trabalhistas, além do Novo, a Serc, Costa Rica e o Sete de Dourados.

De acordo com edital publicado no site oficial da FFMS, Águia Negra, Ivinhema, Naviraiense, Corumbaense, Operário e Comercial, devem apresentar esses documentos até o dia 7 de novembro para fazerem parte do Conselho Arbitral do próximo Campeonato Estadual, no dia 11 seguinte.
Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.