Header Ads

Nenhum clube cumpre exigências e Série B estadual pode não acontecer

Coxim disputou quatro amistosos de preparação para
a Série B, porém não entregou os laudos a tempo (Foto: CAC)
Definir os novos participantes da Série A do Campeonato Sul-Matogrossense poucas vezes esteve tão difícil. Mesmo sem a necessidade de entregar as certidões negativas exigidas pelo Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut), prorrogado até 2018, nenhum clube apresentou os laudos técnicos necessários para disputar a competição.

De acordo com o coordenador de Competições da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), Marco Tavares, as equipes precisavam apresentar até a última segunda-feira (12) a autorização do estádio em que mandaria as partidas e os laudos da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Engenharia e Secretaria de Saúde, porém nada chegou até a entidade.

Algumas equipes chegaram a manifestar a intenção de participar do torneio que define os substitutos dos rebaixados Aquidauanense e Misto na primeira divisão. O Coxim foi quem mais investiu, inclusive fazendo pré-temporada no Estado de São Paulo desde abril e com elenco e comissão técnica definida, no entanto, não entregou a documentação até o prazo. Campeão da última edição, mas sem ter disputado a divisão de elite do estadual, o Itaporã foi outro a demonstrar interesse público na disputa, mas não confirmando.

A FFMS deverá definir em reunião na tarde desta quarta-feira (14) qual será o rumo da competição. Os dirigentes trabalham com a possibilidade de diminuir o número de equipes na primeira divisão estadual para dez, já que a extensão do prazo para entrega dos laudos acarreta no início tardio das disputas pois a legislação prevê que a primeira partida deve ocorrer pelo menos 45 dias após o Conselho Arbitral.
Copyright © 2016 Arquibancada MS. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.